quarta-feira, 22 de outubro de 2008

fosforescências gaiteiras




Tempo apenas para tornar público que andam por aí uns caramelos vestidos de licra e cores alegres que andam a mexer com a minha paciência. Aparentemente não têm ocupação porque os apanho de manhã e ao fim da tarde. Vão de bicicleta e namoram lado a lado. Não se põem em fila porque aquilo é mesmo namoro e engate. Agora que os dias se tornaram um pouco mais frios andam recolhidos.
Ainda bem. Andava a colocar a hipótese de amarrar ao tejadilho um barrote de través. Parecendo que não, estes rabetas que gostam de vestir licra a pretexto das bicicletas dão cabo da paciência ao mais experimentado; um gajo trava, espera, mete primeira e etc. para depois repetir tudo alguns metros mais à frente.

Já chega meus meninos.
Vão-se foder para a berma da estrada.

Sem comentários: