domingo, 26 de abril de 2009

legitime impedito non currit tempus



Guiomar: olá
23:04 eu: olá
Guiomar: e se hoje falasses comigo
auauauau ele está lá...
eu: sei que vai parecer estranho mas estou quase a ir jantar...
23:05 Guiomar: olha n me apetece ver tv nem ler nem dormir
estou aqui numa embrulhada
eu: nesse caso podes muito bem ficar para aí a pensar em mim... de repente não me ocorre nada mais de mais inteligente que possas fazer… parece-me muito divertido... pensar em mim...
23:06 Guiomar: não acho má ideia







Guiomar: bem, mas não posso comer mais chocolates
23:09 eu: pois eu vou comer cozido bem temperado
Guiomar : olha tenho cá um chocolate preto espanhol artesanal q tem 1kg quero dar-te um pedaço mas n sei como cortar
...
eu: embrulha num pano e dá-lhe com um martelo. isso é para beber, pá, não é para comer
Guiomar: ok
levo-te amanhã
23:11 eu: para beber, disse eu
Guiomar: mas n é para beber como derrete-se
derrete-se como
23:12 n tenho pontos de interrogação n escreve
és capaz de ter razão ninguém consegue comer aquilo assim
eu: bom, agora vou comer o cozido mas não quero despedir-me sem deixar bem claro que em meu entender devíamos dar uma queca tão presto quanto possível
23:13 Guiomar: não sejas assim
estragas-te tudo


Eis pois como se fazem amiguinhas e a gente almoça, lição que aqui deixo para benefício de nados e vindouros.

6 comentários:

Anónimo disse...

Crápula!

dutilleul disse...

És tu, Guiomar?
Desculpa ter copiado aquela parte do joelho de porco com sal, vou já tratar do assunto.
Depois falamos, fofinha.

Bloga-mos disse...

Guiomar, c´est moi!

Anónimo disse...

não és nada

Bloga-mos disse...

Invejosa!

indiavelha disse...

Ando aqui numa roda viva sem saber se goste dela ou não.