quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

( )



Um destes dias, prometo deixar-vos atónitos com uma ou outra das extraordinárias coisas que não me acontecem.
Para já, pondero seriamente a hipótese de um corte de cabelo.
Por causa da Dona Olinda. Aquela tonta desconfia que ando a dar na bebida.
Por isso e por causa do vento que faz vhchuummmmmmmmmmmmmmmmmmm.

6 comentários:

Bloga-mos disse...

Acabei de acompanhar à porta uma amiga que se ofereceu para cá vir aparar-me a melena e que apesar de ser um pouco tonta tem toda a razão quando diz "drop the bottle, sweet and tender prince". Eu seja aqui sodomizado pela bancada parlamentar do PP se isto não é vero, caralho.

dutilleul disse...

Também já tive esse privilégio, em tempos, mas acabei sempre com uma boina enfiada na cabeça até alturas de lua cheia.
O que me fode nos baetas é o perguntarem sempre como quero o cabelo. Tirando isso, gosto muito de os ouvir.

Blogamos disse...

Rasurando a parte da fodidela também tenho a mesma opinião acerca do Sr. Engenheiro. Anda a dizer é muito pouco, contudo...

indiavelha disse...

Caramba, que blogue mais animado!!!! Até tem imagens. É mesmo disto que gosto.

dutilleul disse...

Creio-me na obrigação de a advertir que tenho o mau hábito de cultivar paixão por princesas que experimentam opiniões extravagantes.

indiavelha disse...

São tão boas, as paixões, quando são extravagantes...