terça-feira, 11 de outubro de 2016

porque vi os teus olhos!

Por entre uma floresta de carros que avançam aos sopapos, o miúdo acena para o outro lado da estrada num sorriso que é beijo.
Atravessa e vai ao encontro da avó(?) pequenina que lhe pergunta: 
“-Como é que sabias que era eu que estava aqui?”
“-Porque vi os teus olhos!”, disse o cachopo.
A mulherzinha bailava felicidade como daquela vez em que, com cinco anos, recebeu uns sapatos de verniz.
Sem ilusões porque sei o quanto podem ser monstros, mas… como é que um miúdo com coisa de dez anos sabe ser tão mais encantador que a maioria dos adultos?
_____

(faltam-me as notas às páginas dedicadas ao trampolineiro. E ao epílogo. Não estão esquecidas.)

Sem comentários: