sábado, 4 de fevereiro de 2017

um copo de cerveja

O frango das salinas é muito bom. Ainda não percebi porque é tão bom. Talvez porque o não tirem diretamente do congelador para as brasas, porque sai a uma velocidade que não dá tempo de o passar pelo frio.
Vem gente de longe, como eu. Naquele dia, na mesa em frente estava um casal idoso com bom aspeto. Ela, mais desajeitadamente envelhecida pelas escolhas de penteado e vestes.
Quando a rapariguita lhe colocou à frente um copo de cerveja, a senhora debatia-se com os mistérios de um smartphone, seja lá o que isso for. Via-se-lhe no rosto, ligeiramente crispado. Enquanto relocalizava o copo junto do seu prato, o senhor olhou a rapariga com complacência e um sorriso divertido, surpreendentemente encantador para um homem daquela idade.
Nem a senhora nem a rapariga se deram conta de nada disto e o senhor regressou rapidamente à melancolia a que o equívoco o tinha arrancado.

Sem comentários: