quarta-feira, 26 de abril de 2017

“a vida como ela é…”*

…tem enredos com princípio meio e fim. A minha mágoa é a de todas as vezes, por alturas do meio, lhes adivinhar o fim. Senão no detalhe, pelo menos na essência. Sempre.
A culpa não é do Nelson Rodrigues. É a vida.

* Nelson Rodrigues, ed. Tinta da China, 2016

Sem comentários: