segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

o tiririca e as memórias

De acordo com o Expresso, o tiririca “avisa” (sic) que não tenciona escrever as memórias do seu mandato; “…o que eu tiver a dizer, digo durante o mandato”, terá dito.
Bom, como tive a infelicidade de comprar um livreco cometido por Pedro M. Proença e a desgraça de o ter lido, julgo ter ficado a saber que aos 27 anos já tinha amanhado a sua "autobiografia política", chegando mesmo a reunir-se com a sua editora Snu Abecassis para efeitos de revisão de provas.
A edição não chegou a avançar. Mas é de supor que o original dactilografado dos seus primeiros 27 anos de "autobiografia política" não tenha sido atirado ao lixo.
É até de suspeitar que já esteja a escrever as memórias do seu segundo mandato presidencial.

Sem comentários: