domingo, 25 de setembro de 2016

p. 68 (notas de leitura)

Onde Manuela Eanes telefona a Saraiva na aflição de o casal ter sido convidado para o casamento de Pinto da Costa com uma flausina qualquer: “Não podia dizer que não, pois tinha dividas de gratidão em relação ao FC Porto” mas tinha receio de que um jornal sensacionalista “apanhasse a notícia e fizesse chacota com o assunto”.
São 7 páginas acerca de um casal que aparece ali não se sabe muito bem a fazer o quê. Porque transpira decência, demos as voltas que quisermos na maneira de as ler.

Sem comentários: